domingo, janeiro 23, 2005

Pichação

"Boris Casoy: racista!"
Não lembro se vinha com exclamação ou não, mas aqui vai pra ficar impactante.
Foi exatamente o que li pichado num muro perdido em Franca, a cidade do sapato. Estive por lá semanas atrás, para a formatura de um amigo meu. Estávamos eu e ele no carro, quando li, num tom de interrogação:
- Boris Casoy: racista?
- É cara - hehehe! -, sempre achei bizarra esta pichação.
- Putz... Que mágoa!
Só podia ser mágoa. O que leva um cidadão a pichar aquilo no centro duma cidade de médio porte do interior de São Paulo? Se fosse no muro da Record, se fosse no muro da casa do Boris, no muro da casa da mãe dele, sei lá... Até que vai! Mas, em Franca? Em Franca?! Será que ele nasceu por lá e eu não tô sabendo? Será que lá ele tem parentes?
Se não for nada disso, te cuida, Boris Casoy, pois em Franca você tem um inimigo cheio de rancor.

quarta-feira, janeiro 12, 2005

Em busca do emprego escondido!

Tá alí, na direito, logo abaixo do meu nome: "futuro desempregado". Preciso corrigir, pois já sou um desempregado!
Fase difícil. A gente fica perdido. As pessoas perguntam o que você vai fazer e você responde: "Não sei". Péssima resposta, mas não há outra. Estou correndo atrás, estou correndo atrás, mas ainda nada.
Portanto, nobre empregador do setor jornalístico que por um grande acaso está a viajar por esta página (hehehe, delirar é sempre bom): me dê um emprego!
Obrigado. É só.