segunda-feira, janeiro 16, 2017

Filmes de 2016

Vez dos filmes, também por ordem de visualização. Foram 37. Destaques para O Homem nas Trevas e Um Dia Perfeito -- filmes que vi sem pretensão alguma, sem saber direito do que se tratavam, e que surpreenderam de tão legais que são. Lixo absoluto do ano (creio que da vida): Warcraft. Constatação bacana: gosto e vi mais documentários do que me lembrava.

Pura curiosidade, mas que mostram os tempos em que vivemos e, claro, minha personalidade. Foram 22 via Netflix; só 7 no cinema (e apenas 2 deles sem ser de super-herói); 6 na TV paga (todos documentários); e só 2 piratões (Os Oito Odiados e Tartarugas Ninja). Nenhum na TV aberta.

- One Hundred Eyes;
- 47 Ronins;
- Fargo;
- Dirty Harry;
- Paris, Texas;
- Keith Richards: Under the Influence (doc);
- Deadpool;
- O Regresso;
- O Titanic Nazista (doc);
- Gala (doc);
- Construindo um Império: Os Astecas (doc);
- O Grande Lebowski;
- Stigmata;
- Kung Fury;
- A Marca da Forca;
- Lunar;
- Os Oito Odiados;
- Capitão América: Guerra Civil;
- X-Men: Apocalypse;
- Henrique Rodovalho (doc);
- Warcraft;
- Canções do exílio (doc);
- John Wick (De Volta ao Jogo);
- Corrida do Doping (doc);
- O Profissional;
- Star Wars – Uma Nova Esperança (Episódio IV);
- O Homem nas Trevas;
- Doutor Fantástico;
- O Livro de Eli;
- Um Método Perigoso;
- Tartarugas Ninja;
- Doutor Estranho;
- Senhores do Crime;
- Rede de Intrigas;
- Misericórdia;
- O Leitor;
- Um Dia Perfeito.

Nenhum comentário: